Entretenimento

"João do Vale – O Musical" será o primeiro espetáculo do novo TAA

Fechado para reforma, o Teatro Arthur Azevedo (TAA) reabrirá suas portas em junho com o espetáculo ‘João do Vale – O Musical’. Baseado na vida e na obra do músico, cantor e compositor maranhense, o musical será a principal atração das comemorações em torno do bicentenário do teatro.

Idealizado pelo diretor do Arthur Azevedo, Celso Brandão, a peça tem direção geral do carioca Vinicius Arneiro e elenco que mescla atores e cantores, a maioria maranhenses, selecionados entre 94 concorrentes de diversas partes do país.

Segundo Brandão, encenar João do Vale era uma ideia antiga que só tomou forma quando enxergou no musical um formato adequado para levar ao público as músicas e a história do autor de ‘Carcará’.

O convite para Vinicius Arneiro assumir a direção do espetáculo, em agosto de 2016, deu início ao projeto. Arneiro é conhecido por dirigir grandes espetáculos, como ‘Cássia Eller, O Musical’ e ‘Os Sonhadores’, pelo qual concorre ao Prêmio Shell de Teatro na categoria melhor direção. 

A criação da peça incluiu viagens à Pedreiras, cidade natal de João do Vale, para coleta de depoimentos, fotos e recortes de jornal sobre o artista. O filho de João, Riva do Vale, e o neto, Gabriel do Vale, contribuíram com a pesquisa, registrada em documentário que também será lançado na programação dos 200 anos do TAA.

No repertório do musical estão grandes sucessos, como ‘Pisa na Fulô’, ‘Carcará’, ‘Minha História’ e ‘Peba na Pimenta’. Músicas de artistas importantes para trajetória do João do Vale, como Nara Leão e Chico Buarque, também foram incluídas.

Elenco

No elenco estão Vicente Melo, Gisele Vasconcelos, Marconi Rezende, James Pierre, Juliana Cutrim, Millena Mendonça, Victor Silper e Tiago Andrade. Urias de Oliveira é o responsável pela preparação do elenco. Na direção de produção está Celso Brandão; na assistência de direção, Ivy Faladelli.

Reforma

O TAA passa por melhorias na instalação elétrica, substituição e revisão dos equipamentos de climatização, restauração dos lustres, instalação do sistema de combate a incêndio e pânico, pintura geral do edifício e outras reparações.

A obra faz parte do Programa Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas por meio de investimentos de R$ 1.822.267,08.

Reporter Cidade

Shopping Na Cidade

programa chegai

google play

Enquete

Você é a favor da legalização dos táxis-lotação?